E então… Quando foi que tudo começou mesmo? Parte 1

junho 28, 2009 § Deixe um comentário

Ano de 2009, muitas coisas já aconteceram em nossas vidas. Várias revoluções, conhecimentos sendo ampliados, tecnologias sendo inovadas. O homem de hoje (generalizando, isto é, homem e mulher) não são os mesmos de 100 anos atrás. Nem 10 anos, nem 1 ano.  Nossas vidas estão passando por uma mudança do tipo turbulenta, onde o conhecimento, fatos, mitos, tudo está sendo provado, caso estão corretos ou não. Se o que nós pensávamos ser realmente é aquilo que é, ou se um determinado fato, ou uma verdade que  persiste há tempos, na verdade não passa da mais pura balela.

Se várias coisas que conhecemos estão sendo testadas para ver se realmente são verdades ou não, porque velhas questões, como:

  1. O que veio primeiro, o ovo ou a galinha?
  2. Deus criou a Terra?
  3. Existe mesmo um Deus?
  4. Se existe um Deus, qual religião é a verdadeira?
  5. Porque somos o que somos, e não uma forma de vida mais inteligente, com mais braços, pernas e olhos? (exemplificando: Futurama😀 )
  6. E por outras questões, que pretendo colocar aqui para estudar-mos mais a fundo.

Vejamos, estamos no ano de 2009, vivemos em um país que foi criado com base no Catolicismo, ou até então pensamos assim, visto que o que mais temos hoje no mundo, são os seguidores Cristão/Católico, mas temos variações, como Protestantes, Evangélicos, Crentes… e na teoria, todas pregam que foi Deus que criou a Terra.

Agora, cá entre nós, se ele criou a Terra, como foi que ele fez isto? Geralmente, a resposta que mais ouvi foi que:

“Porque Deus quis.”

Pô, perai. Tudo bem, ele quis, mas somente porque ele quis?

Isto não basta. Tem que ter uma explicação melhor. Não querendo criticar nenhuma religião (pois o meu interesse, como já disse antes não é este, e sim, argumentar). Vamos estudar um pouco as teorias de como o Planeta Terra veio ao seu surgimento, pois ao contrário da religião, a ciência está disponível a ser discutida e provada/quebrada, já que religião não permite isto.

TEORIA DO BIG BANG:

Apesar da existência de diversas teorias, ninguém sabe precisamente como o Universo se formou. O interesse pelo Universo e, principalmente, pela sua origem faz parte da história humana, grandes pensadores e estudiosos observavam atentamente o céu com o objetivo de buscar entender os seus mistérios.

https://i1.wp.com/www.crystalinks.com/bigbang2.jpg

Desde os primórdios da civilização até os dias atuais surgiram inúmeras explicações e teorias para essa questão, no entanto, nenhuma consegue apresentar respostas conclusivas.

Mesmo com a existência de um arsenal tecnológico que fornece importantes informações para os estudos e pesquisas astrofísicas, ainda não se alcançou resultados precisos em relação à formação do Universo. Diante dessa incógnita, a explicação mais razoável para esse processo é a teoria do Big Bang – nome dado à teoria que tenta explicar o surgimento do Universo; perante a classe científica, é a mais aceita.

Essa teoria foi constituída por um grupo de astrônomos e físicos na primeira metade do século XX. De acordo com a teoria do Big Bang, há cerca de 15 bilhões de anos o Universo teria se formado a partir de uma gigantesca explosão. Antes desse processo, toda matéria e energia se encontravam concentradas como uma quente e densa esfera, constituída por hélio e hidrogênio. Desse modo, com a suposta explosão, a energia liberada expandiu as matérias e formou o Universo.

Essas informações estão pautadas na teoria do Big Bang, contestada por muitos, uma vez que não é capaz de explicar o motivo da repentina explosão.

Fonte: http://www.brasilescola.com/geografia/big-bang.htm

De certa forma, ainda há dúvidas sobre o surgimento da Terra. Bom, não só da Terra, e sim do Universo todo. Procurando em outras páginas, como por exemplo, a Wikipedia, podemos ver que a ciência o tenta explicar de forma mais detalhada. Por exemplo, a métrica de Friedman-Lemaître-Robertson-Walker ou modelo FLRW é uma solução exata das equações de campo de Einstein da relatividade geral, descreve um Universo em expansão ou contração, homogêneo e isótropico.

Forma da métrica:

A métrica FLRW inicia com a suposição de homogeneidade e isotropia. Também assume que o componente espacial da métrica pode ser dependente do tempo. A métrica geral que cumpre estas condições é:

\mathrm{d}s^2 = -\mathrm{d}t^2 + {a(t)}^2 \left( \frac{\mathrm{d}r^2}{1-k r^2} + r^2 \mathrm{d}\theta^2 + r^2 \sin^2 \theta \, \mathrm{d}\phi^2 \right) [1]

Onde k descreve a curvatura e é constante no tempo e a(t) é o fator de escala e é explicitamente dependente do tempo e as unidades naturais são utilizadas estabelecendo a velocidade da luz à unidade. As equações do campo de Einstein não se utilizam desta solução: a métrica se obtém das propriedades geométricas de homogeneidade e isotropia. A forma específica de a(t) necessita conhecer as equações do campo e a definição da equação de densidade de estado, ρ(a).

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A9trica_de_Friedmann-Robertson-Walker

Nota-se que, como estamos falando de tempo, tudo isto ainda pode estar acontecendo. Imagina-se que, em um determinado momento (por exemplo, o agora) o mundo pode estar se expandindo, e pode chegar em um momento que ele pode parar a expansão, como também pode se comprimir. Um exemplo que cito, é a bomba de Hiroshima.

Vamos dizer desta forma: praticamente tudo (se não tudo) é atomo. O Big Bang foi uma colisão de átomos, que causou a primeira fase da expansão do universo, certo? Comparando o Big Bang e a bomba de Hiroshima, mas em tempos diferentes, a bomba de Hiroshima teve sua colisão de átomos, onde a mesma se expandiu, e com esta expansão, provocou vários efeitos diferentes no local de impacto. Como por exemplo, chuvas, temperaturas altas, e por aí vai. Após a explosão, ela se comprimiu (claro, não levando o que ela possuia. Talvez o efeito da mesma não era exatamente este, ou talvez por falta de força gravitacional), e deixou apenas os rastros de sua explosão. Considerando a diferença de tempo, mas levando em conta que o início do surgimento do Universo, isto é, o Big Bang, pode ter tido um processo parecido com a da explosão da bomba de Hiroshima, em tempos futuros, pode acontecer algo parecido com o efeito da mesma.

É estranho este raciocínio? Sim. Me deixa muito pensativo, e me leva a questionar, mesmo este sendo o modelo mais próximo do que fez o efeito do surgimento do Universo, é o mais próximo. E como se baseia em ciência, ela está disposta e pronta para ser questionada, podendo ser aprovada, ou quebrada. Entretanto, ela está aberto a perguntas e sugestões (desde que o individuo conheça o assunto, e esteja disposto a realizar testes e experimentos), ao contrário de muitas coisas que vemos pelo mundo..

Opinião pessoal: Como uma pessoa cética, auto-didata e interessada por tudo que acontece em nossa volta, acho interessante conhecer estes assuntos. Mas vamos refletir um pouco: Se caso isto realmente for a única verdade comprovada, e descartar a história que várias Bíblias escritas pelo homem tenta pregar que foi um Deus que criou este Universo… As pessoas estarão prontas para este choque? Não será, um dos motivos de ser ‘ensinado’ pelas religiões de que o Universo foi criado desta forma, para não entrar em choque a mente das pessoas?

OBS: Gostaria de lembrar, que não sou físico, nem químico, e também não mexo na parte de Biologia. Entretanto, leio de tudo um pouco, e se não estudasse a parte de exatas, com certeza teria iniciado minha carreira na parte de física. Muito legal.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento E então… Quando foi que tudo começou mesmo? Parte 1 no De tudo um pouco (da vida do Gustavo)...

Meta

%d blogueiros gostam disto: