Mobilidade, afinal, quando realmente é necessário?

outubro 30, 2009 § Deixe um comentário

Bom, já tem um tempo que me amarro nestes dispositivos que fazem a gente ficar mais curiosos, sobre como conseguem criar dispositivos pequenos mas que chegam perto da funcionalidade de um PC. Até hoje me lembro de quando adquiri meu Qtek A9100, e sobre a necessidade do mesmo. Como fazia viagens, visitava clientes e tinha que reportar no sistema sobre o que foi que aconteceu em cada cliente, aproveitava que viajaria de ônibus para digitar o relatório. Ao realizar as vendas, já emitia o pedido em meu PDA, resumindo, apesar de ser poucas as ferramentas que utilizava em meu PDA, eram muito importantes, economizava braço para carregar folhas/blocos e também seria mais discreto, o que diminuiria a probabilidade de roubos (mas cá entre nós, quem não está seguro?).

Por obra do acaso, não trabalho mais nesta empresa, estou mais focado em minha área, mas não tenho mais aquela necessidade de utilizar o meu HTC P4351, que é o meu atual PDA. Ainda não decidi o que fazer com ele, e se realmente irei largar este aparelho, visto que ele já me ajudou bastante até hoje, e nada me impede de procurar outro emprego que irei utilizá-lo. Também sou moderador do fórum GSMFans na seção Windows Mobile/Palm, e se eu realmente abandonar este aparelho, ficará mais complicado de ajudar as pessoas, assim como já ajudei um pouco neste meu blog. Mas eu odeio simplesmente ficar com algo por ‘puro lazer’, então, deixo aqui minha opinião sobre a real necessidade de adquirir um PDA:

  • Se você trabalha com um sistema automatizado, que pode lançar notas fiscais e realizar pedidos ao seu cliente pelo seu PDA.
  • Se você gera muitos relatórios, e a possibilidade de ver os mesmos tanto no seu PC/Notebook e no seu PDA te ajuda bastante.
  • Se sua caixa de e-mails é a sua principal preocupação em seu trabalho.
  • Se a sua Internet de seu local de trabalho ou sua Residência te deixa na mão, e você precisa fazer uma manutenção remota no servidor de seu cliente, você o utilizaria como modem 2G/3G (se bem que este é outro alarde, já que várias fornecedoras do sinal 3G estão transformando a vida do usuário simplesmente em um inferno).
  • Se você leva à sério a palavra mobilidade, e não fica offline nem quando está longe de seu PC. (sinceridade, este é o motivo mais inútil de se ter um PDA, mas ainda assim é um motivo).

Então compensa sim adquirir um PDA, mas caso a sua necessidade seja:

  • Escutar música;
  • Tirar fotos;
  • Jogos Java/Symbian;
  • Ver um filme ou outro;
  • Mandar mensagem;
  • Não se esquecer dos compromissos… e por aí vai.

Sinceridade, para estes fatos não compensa adquirir um PDA. Digo que minha principal função no PDA hoje está sendo escutar música. Claro que testo várias roms que o pessoal do XDA-Developers desenvolve, não saio disto ultimamente. Estou me reeducando a ficar preso somente no PC, e está sendo muito bom.

Um PDA ajuda bastante, mas quanto mais próximos a ambiente de trabalho, menos descansamos.

OBS: Como disse anteriormente, ainda não decidi o que fazer com o mesmo HTC P4351, se for para vender talvez anunciarei ele aqui, então se tiver interesse, aguardem.

Marcado:, , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Mobilidade, afinal, quando realmente é necessário? no De tudo um pouco (da vida do Gustavo)...

Meta

%d blogueiros gostam disto: