Primeiras impressões no Fedora 13.

maio 30, 2010 § Deixe um comentário

Apesar de que já saiu a alguns dias atrás, só tive tempo de postar neste domingo. Pessoal, desculpem-me a demora.

A instalação dele é uma coisa bem simples. A única preocupação que tive (se fosse uma preocupação) é o particionamento de disco. Como meu HD já é particionado e ainda abriga um Windows 7 (que decidi não remover, caso no futuro eu decida trabalhar mais efetivamente em cima desta plataforma), então não precisei me preocupar com nada disto.

Entretanto, deixei da seguinte forma:

  • Partição / (55 GB – ext4);
  • Swap (3.2 gb);
  • Home (113 GB -ext4);

Sinceridade, não vi necessidade de ter um tamanho maior do que 55 GB para o sistema. É o mesmo que uso no meu Windows Vista que é no PC, e o mesmo para o Windows 7 instalado neste notebook.

Bom, o sistema operacional em si teve algumas mudanças, mais caracterizadas pelo desempenho do mesmo. O carregamento do sistema e o uso dele, estão bastante diferentes da versão 12. Mesmo considerando vários programas abertos, não tive que me preocupar com memória ou a velocidade do HD. Inclusive, utilizar o blender enquanto trabalho com o compiz-fusion ligado me surpreendeu sendo utilizado em um notebook que tem apenas 32 mb de memória de vídeo (e é uma placa Intel, não é nVidia nem ATI, notebook modelo Inspiron 1545. Muita gente na Internet reclama da placa de vídeo desse notebook !!).

No queisito compatibilidade, já imaginei um pequeno problema na parte de Wireless. Também não sofri praticamente nenhum problema, já que tinha resolvido isto no Fedora 12. A diferença, é que nesta versão ao menos ele identificou a placa de rede já como instalada, só não conseguia ativar a rede. Aqui neste blog mesmo já tem um tópico tratando disto, então é só fazer o mesmo procedimento. O vídeo, audio ou qualquer outro dispositivo, já foi instalado e configurado. Tem várias outras páginas, inclusive do meu amigo Ataliba, que o desempenho em placas de vídeo nVidia, e Intel melhoraram consideravelmente. Concordo plenamente, já que ativei vários efeitos do Compiz-Fusion e não deu cargalo ainda. Nem rodando aplicações 3D com ele ativado.

A Instalação de programas também ficou bem mais simples. Com resolução de dependências mais simplificada e objetiva, ainda não encontrei dificuldade nenhuma em instalação de qualquer aplicação.

A interface não devo dizer, já que não sou um exemplo prático de quem trabalha com Interfaces. Praticamente mudou pouca coisa, deram mais realce e deixaram as cores suaves.

O único porém até o momento está sendo o Adobe Flash. Não entendi o porque, mas a nova versão, ao tocada em full screen, está parando de mostrar imagem, fica uma imagem estática, o som continua e o pc responde normal. Ainda não tive tempo (nem interesse) de resolver isto, mas se caso alguem tiver resolvido, uma ajuda seria legal.

No mais é isto. Não vou postar vídeos de utilização nem mais fotos, pois se você ir na própria página do Fedora Project você com certeza irá ver o que quer puxar ou usar.

Marcado:, ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Primeiras impressões no Fedora 13. no De tudo um pouco (da vida do Gustavo)...

Meta

%d blogueiros gostam disto: